A sócia fundadora e CEO da LeWarPro, Leandra Cortelleti, conta como está o mercado de trabalho na carreira executiva em Curitiba, dá dicas de leitura e conta como a tecnologia está mexendo com as oportunidades na capital paranaense.

De maneira geral, como está o mercado de trabalho na carreira executiva em Curitiba?

Encontra-se em retomada em virtude das últimas crises e do cenário atual de instabilidade econômica. Percebemos uma leve melhora no volume de oportunidades executivas, no entanto, com ainda uma sensível diminuição nas remunerações.

O mercado tem exigido profissionais cada vez mais versáteis, com vasta bagagem, qualificações diversas e focados em eficiência e resultados. As oportunidades tem surgido num maior volume nas empresas que estão em processo de reestruturação e precisam alavancar resultados a curto prazo. Outra vertente é a de empresas que precisam se atualizar ou se adaptar ao novo cenário de tecnologia para manterem-se competitivas. No setor financeiro o rumo é o aumento dos serviços e contas digitais por apps.

Como estão sendo recrutadas pessoas para trabalho part time ou home office? Que tipo de empresa busca este perfil de pessoa?

Hoje a tecnologia nos permite trabalhar a qualquer hora e de qualquer lugar que tenha uma conexão com a internet, isso abre o leque. Este tipo de trabalho exige disciplina, organização e foco.

O processo seletivo não muda. Nosso foco é buscar alguém que se adapte a esses modelos. As empresas que tem buscado acompanhar as tendências de mercado relacionadas a inovação tem aderido a este tipo de trabalho. É vantajoso para ambos, o profissional pode ter a flexibilidade ou trabalhar no conforto de casa e o empregador reduz custos com estrutura.

Leandra Cortelleti, sócia fundadora e CEO da LeWarPro

Toda nova posição no mercado requer algumas habilidades. Antigamente se falava em diferenciais como inglês, pós-graduação… quais são os atuais?

Na nossa visão, e em estudos que temos feito, os diferenciais são divididos em soft skills como empatia, conexão, liderança servidora, criatividade e inteligência emocional e em hard skills que são as habilidades de qualificação técnica. Uma das tendências é a busca por aprendizado contínuo não limitando o conhecimento somente à sua área de atuação. Independentemente da área é preciso aprender sobre tecnologia e o mundo digital. O domínio de idiomas também permanece presente.

Num mercado que hoje tem uma taxa de desemprego de 12%, os profissionais que tem habilidades de relacionamento tendem a permanecer nas empresas diante da necessidade de uma redução de equipe e encantam os recrutadores nos processos seletivos.

Quão importante é o autoconhecimento na busca de oportunidades de emprego? Que ferramentas indicaria?

É fundamental tanto para o processo seletivo quanto para a consolidação da carreira. Saber quais são suas fortalezas além de gerar autoconfiança facilita a demonstração dos diferenciais no processo seletivo. Ter clareza daquilo que precisamos otimizar, bem como ter a disposição para tal, demonstra capacidade e maturidade diferenciando-o dos outros candidatos.

Utilizamos ferramentas baseadas na já consolidada teoria DISC, bem como outras ferramentas de avaliação de valores, motivadores e inteligência emocional. Minha sugestão de leitura são: “Descubra seus pontos fortes” de Marcus Buckingham e “Inteligência positiva” de Shirzad Chamine.

Na LeWarPro vocês têm atuado de maneira muito rápida, trabalhando com vídeo currículo. Como funciona essa tendência?

O vídeo currículo é uma maneira eficaz e ágil de aproximar os profissionais das empresas. Por meio dele o empregador pode ver quem é o profissional. Assim quebramos a barreira da folha A4 e passamos a ter pessoas interagindo em etapas do processo. O que antes não acontecia.

Essa metodologia reduz em até quatro vezes o tempo dos processos seletivos utilizando a tecnologia para automatizar as etapas mais burocráticas. Conseguimos muitas vezes dar retorno para os profissionais e para os nossos clientes no mesmo dia. Processos que se fossemos trabalhar no formato tradicional (análise do currículo, a entrevista pessoal com a consultoria e depois a apresentação do candidato para o cliente) levariam certamente muito mais de uma semana.

É algo que vem para ficar e para facilitar os processos, além de claro, aumentar a interação entre candidato e cliente.

Fabio Guerra, sócio fundador e diretor executivo e Leandra Cortelleti, sócia fundadora e CEO da LeWarPro

Agora a entrevista é on-line e o cliente tem acesso aos candidatos quase que imediato, reduzindo custos de deslocamento e tempo de avaliação. Destinamos nossa atenção ao processo de avaliação de perfil e entendimento da cultura empresarial do cliente, tornando o processo mais assertivo com agilidade e confiabilidade na entrega dos finalistas.

Entendemos que nosso serviço impacta diretamente na vida das pessoas e na sustentabilidade das empresas. Prezamos pelo respeito com todos os candidatos e ajudamos para que o cliente possa tomar as escolhas que mais agreguem valor ao seu negócio. No entanto, nosso trabalho não acaba com a contratação do profissional, acompanhamos o processo de adaptação do mesmo o que, segundo nossa visão, é fundamental para a eficiência do processo.