Este foi o tema da palestra proferida por Sérgio Póvoa Pires promovida recentemente no Goethe Institut Curitiba e que faz parte da programação Im Brennpunkt.

Em discussão um nova abordagem levando em consideração os 5 sentidos (tato, audição, paladar, visão e olfato).
Ao mesmo tempo foram apresentadas imagens de Curitiba na década de 60 e os ícones da década de 70 que fizeram de Curitiba um modelo de planejamento urbano respeitado em todo o mundo.

Juntamente com o designer alemão Karl Richter, também convidado pelo Goethe Institut,  foi traçado um paralelo entre o design urbano que se faz hoje no Brasil e na Alemanha.

Sérgio Pires, Claudia e Karl

Sérgio Pires, Claudia e Karl

Com especialização em planejamento urbano e regional na Alemanha, Sérgio elaborou inúmeros projetos para a cidade de Curitiba.
Dentre os que mais se destacaram está o projeto Nomenclatura Urbana para Deficientes Visuais – proposta pioneira no Brasil que foi desenvolvida juntamente com deficientes visuais de Curitiba e implantada em Curitiba na metade da década de 80.

No próximo dia 16 de dezembro, às 19h30, Sérgio estará de volta ao Goethe Institut Curitiba, desta vez para discutir o tema Nachdenken für die Stadt – Repensando a Cidade.